segunda-feira, julho 31, 2006

Violeta-da-Madeira


Violeta-da-Madeira – Viola paradoxa – é, das espécies endémicas da Madeira, a mais rara.
O seu nome – paradoxa – advém do contraste entre o nome a a sua cor real – Violeta/Amarela.

Com o mesmo formato que o Amor-perfeito e ainda com pequenas semelhanças à Violeta-brava, esta planta herbácea e tem uma duração que ronda os 3 anos.

Com folhas de um verde forte, resistentes e lanceoladas esta planta não tem tendência para atingir grandes proporções e dispõem-se de uma maneira quase sempre prostrada (contudo pode ser encontrado algum exemplar que fuja à regra).

As flores amarelas com riscas acastanhadas que surgem do centro, são compostas por cinco pétalas, assim como as outras Violas e medem cerca de 3cm.

De facto, a sua raridade torna-a ainda mais bela e apetecida, no entanto a sua época de floração já passou e só será possível admirá-la nos arredores do Pico do Areeiro ou Pico Ruivo entre Abril e Julho do próximo ano, no entanto não será invulgar encontrar alguns exemplares que ainda ornamentam alguma escarpa.

1 comentário:

Loira disse...

Flor lindissima e ainda por cima madeirense ;)
Parabéns pela foto e texto.
Muito bom este blog.